Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora
Não perca nenhuma novidade, cadastre-se em nosso blog !
Assinar agora

Atualmente a depressão é comum entre as pessoas, porém algumas delas possuem sintomas depressivos e não sabem que podem estar sofrendo de outro mal.

A depressão é uma condição médica caracterizada pela perda ou diminuição do interesse pela vida, algumas vezes sem um motivo aparente ou específico.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), estima-se que cerca de 322 milhões de pessoas no mundo sofrem com essa doença, e que daqui a alguns anos, essa mesma condição médica seja a enfermidade mais comum de todas, passando à frente do câncer, por exemplo.

Talvez por conta desses dados com valores tão elevados, as pessoas interpretem mal a depressão, e a confundam com outros tipos de doenças.

Abaixo uma lista do que parece depressão, mas não é:

Transtorno bipolar

As pessoas que apresentam essa condição médica do transtorno bipolar, assim como os depressivos, passam por períodos de baixas intensas.

Os bipolares também experimentam os mesmos sintomas apresentados em quadros de pessoas depressivas.

O que difere o transtorno bipolar da depressão é que as pessoas que o possui também passam por períodos de alta, onde se sentem confiantes, bonitas, e “no topo do mundo”.

Elas enfrentam grandes oscilações de humor, não permanecendo somente na fase de tristeza profunda e desinteresse.

Hipotireoidismo

A glândula da tireoide, quando desregulada, causa diversas alterações no organismo, e quando não diagnosticado o hipotireoidismo, algumas dessas alterações, como cansaço excessivo, ganho de peso e falhas de memória, por exemplo, podem ser confundidas com sintomas depressivos.

Parkinson

Em seu estágio inicial, o Parkinson apresenta sintomas semelhantes aos da depressão, como falha de memória, dificuldade em manter a concentração, distúrbios do sono, falta de apetite e baixa autoestima, sintomas que podem facilmente ser confundidos com os de pessoas depressivas.

Tumores

Outro caso que parece depressão, mas não é, são os tumores.

Alguns tipos geram sintomas parecidos com os da depressão, principalmente quando atacam o sistema nervoso, o que pode gerar distúrbios provocados por alterações hormonais, isso explica a confusão na hora do diagnóstico.

Diabetes tipo 2

As pessoas que desenvolvem a diabetes tipo 2 se encontram perdendo peso, mais irritadiças do que o seu normal e com extremo cansaço, indícios que são associados aos sintomas depressivos.

Síndrome da fadiga crônica

Essa é uma condição médica caracterizada por extrema fadiga sem causa aparente, que também envolve sintomas como dificuldades de concentração, distúrbios do sono, entre outros.

Por conta da semelhança dos sintomas, há confusão no diagnóstico, porém, as pessoas com a síndrome ainda podem querer participar de seus hobbies, apesar da falta de energia, diferente dos depressivos, que apresentam desinteresse até por suas atividades preferidas.

Atendimento médico

Se você tem ou conhece alguém com sintomas semelhantes aos da depressão, procure atendimento especializado para saber exatamente o que está acontecendo e qual o seu real quadro médico.

Através de exames e análises específicas pode-se chegar ao diagnóstico correto.

Após o diagnóstico o paciente que apresenta esses sintomas depressivos poderá recorrer ao tratamento mais adequado a sua condição, como terapias.

O consumo de suplementação como o 5HTP por exemplo, também pode ser de extrema ajuda.

 

Por Ruama Lima


Leia também: O cérebro na depressão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here